sexta-feira, julho 29, 2016

A Esperança que Acendemos em Nossos Corações não Pode ser Apagada...





A esperança que acendemos em nossos corações não pode ser apagada...



Não foi ontem que o Rio foi escolhido como sede das Olimpíadas. Isso demanda tempo, análise e avaliações...

Claro também que quando isso aconteceu o Brasil vivia outro momento em que a maioria acreditava ser de estabilidade política, econômica e financeira... Contudo, temos a impressão que retrocedemos diante do futuro promissor que vislumbrávamos.

Ainda temos muito a fazer: trabalho, faxina, expurgo, renovação, mudanças! Precisamos amadurecer sem perder a ternura!

O Rio de Janeiro, nessa semana, se transforma na capital do mundo. E essa é uma oportunidade única que não podemos desperdiçar.

Os jogos representam à confraternização dos povos, a celebração da vida, a união. E no momento em que vivenciamos um mundo tão violento, conflitado, intolerante, hostil e doente, não podemos retroceder!

A essência do brasileiro é alegre, festiva, cordial. O Rio não é certamente a cidade maravilhosa que gostaríamos, mas continua “Cheia de encantos mil” ... Que possamos encantar (com aquilo que temos de melhor) todos que aqui chegar. Que cada ser desse planeta possa receber através das imagens produzidas - seja pelo esforço, pela competição, pela glória e até na derrota uma mensagem positiva diante da vida!

Podem até tentar apagar a tocha, mas a chama de esperança que acendemos em nossos corações não se apaga com qualquer sopro!



By


Ardeth


#Rio2016  #Cidadeolímpica  

sexta-feira, abril 16, 2010

Noventa Primaveras em Nossos Corações



Noventa Primaveras em Nossos Corações

Meu coração em festa.
Faz-se alegre neste dia em particular.
Vimos tantos amigos, queridos companheiros a se reunirem aqui, a celebrar.
Noventa anos de estudos, trabalho, amor e dedicação.
Guiando irmãos, renovando esperanças, fortalecendo fé, edificando corações, clareando mentes ...
Um ponto singelo de luz na escuridão.

By Ardeth


Essa é um singela homenagem feita no dia 10/03. Justo quando comemorávamos 90 anos de fundação do nosso CELV. Que Deus continue iluminando aos corações amigos que direta e indiretamente contribuem para o trabalho e estudo realizado em nossa casa. Para que a LUZ e a VERDADE continuem sendo espalhadas por todos os corações.

Assim seja !!

segunda-feira, dezembro 21, 2009

Jesus O Bom Pastor




Jesus O Bom Pastor


Há mais de dois séculos, desde passagem de Jesus por esse orbe foi instituído um novo reino, uma nova era, a Era do Amor.


Veio com seus ensinamentos, com suas idéias e principalmente com o seu exemplo nos mostrar o caminho que deveríamos trilhar a fim de alcançarmos o Reino dos Céus – que é o reino da verdade, da pureza, da alegria, do bem-estar, do amor, da paz. Não como um lugar específico destinado a determinado grupo de fiéis dessa ou daquela religião, mas um lugar onde todos aqueles que cumprem as Leis Deus, que possuem a consciência tranquila pudesse habitar.


O nosso Bom Pastor, a nos conduzir, a nos orientar. Guiando-nos de forma inequívoca a nossa destinação, aquilo que estamos fadados – a perfeição, a felicidade!


Porque Ele é o caminho, a verdade e a vida! E é através Dele que chegaremos ao nosso Pai.


E por não compreendermos isso, por nos afastarmos Dele. Por acreditarmos que podemos seguir sozinhos, iludidos quanto aos verdadeiros valores da vida, anestesiamos a nossa consciência, calamos a Sua em voz e sofremos e por muitas vezes nos distanciamos daquilo que precisamos fazer para chegarmos ao objetivo que o Pai Amado traçou para cada um de nós ...


Mas por mais que insistamos nos erros, nos vícios, nas atitudes negativas, mais cedo ou mais tarde, nesta oportunidade ou em outra reencarnação. Seja pelo cansaço de tanto sofrer, seja pela dor, seja pelo amor. Sentiremos a presença vibrante do Mestre em nós novamente, recordaremos as suas lições, e aí mais esperançados, renovados em nossa fé recomeçaremos a nossa marcha rumo a nossa evolução.


Devemos comemorar o nascimento do Cristo sempre, pois Ele renasce todos os dias nos corações daqueles que já compreenderam sua mensagem.


Porque o Senhor é nosso pastor e nada, absolutamente nada nos faltará se acreditamos e se temos fé Nele !!


By Ardeth


Um Natal Feliz para todos nós irmãos em Deus !! Que o nosso maior presente – O amor que já sentimos, possa ser ofertado a cada irmão próximo ou distante em forma de abraços, beijos, sorrisos, mensagens e orações que direcionarmos a cada um deles.


P.S - Imagem Encontrada na Internet

sábado, novembro 28, 2009

Mensagem do Além ... Além da Mensagem



Mensagem do Além ... Além da Mensagem


Quantas não são as mensagens que nos chegam? Quantos não são os chamados que nos fazem? Mas será que queremos “teclar”, ouvir esses abnegados amigos?

Vale ainda perguntar: Quais são os amigos que andamos “teclando”? Quais os amigos que vimos nos vinculando? Que tipo de interação estabelecemos, quais os chamados que atendemos no nosso dia a dia?

Basta lançar um olhar para nós, para aquilo que vem nos acontecendo, para as respostas que a vida está nos dando e logo saberemos que tipos de amigos estamos atraindo.

Nosso Mestre Jesus já nos orientou nesse sentido: “Orai e Vigiai” a fim de que nos precavêssemos contra a investida do mal, desses irmãos que por ignorarem, ainda com ele se comprazem. Essa é a receita segura a nos auxiliar a todo instante de nossa caminhada.

Se já oramos, falta-nos o mais difícil vigiar!

Vigiar os nossos atos, as nossas ações, as nossas palavras, nossos pensamentos. Eles determinarão os tipos de ligações que faremos e com quais amigos “teclaremos”. Será sempre uma questão de escolha. Uma escolha nossa!

Mas lembramos Chico Xavier: “Embora ninguém possa voltar lá traz e fazer um novo começo, podemos começar agora e fazer um novo fim.”



By Ardeth


P.S – Charge recebida por email e que vem nos auxiliar nas reflexões propostas. Infelizmente não fazia referência da autoria. Se alguém souber favor informar para atribuirmos os devidos créditos.

quinta-feira, janeiro 01, 2009

Reflexões Para Um Novo Amanhã


Reflexões Para Um Novo Amanhã


É chagado o momento que refletir é preciso:


Para avaliar a caminhada, checar o que foi realizado, rever alguns pontos, redefinir objetivos, planejar novos passos, encontrar novas motivações ...


O progresso constante de tudo exige de cada um de nós a movimentação necessária ao nosso crescimento, a nossa evolução e não podemos parar ...


Estamos inseridos num mundo, num país, numa sociedade, num grupo, numa família e precisamos interagir, dar a nossa contribuição, singela parcela, porém essencial para a construção do TODO. Para onde converge todo esforço no bem, toda ajuda ao próximo e de onde emana todo o amor que aquece, alimenta e ilumina a todos os espíritos.


Termos essa consciência, sabermos de nossas responsabilidades, nos dá a real noção de nosso papel, de nossa fundamental importância, por menor que seja, na construção de um mundo melhor, repleto de pessoas melhores.


E é justamente essa medida que nos imuniza do desânimo, das doenças, da inércia, de dúvidas, da preguiça, de influências negativas, dos pensamentos inferiores ...


Refletir sobre novo passo, estabelecer novas metas é sempre um salutar exercício para ajustarmos as ações, para continuarmos agindo ... Parar, desistir jamais será a solução para o trabalho que precisamos fazer tanto no auxílio do aperfeiçoamento do próximo quanto (e primordialmente) no próprio e necessário burilamento.



By Ardeth



Deixo aqui os mais puros votos de um Novo Ano repleto de trabalho, ajuda ao próximo, estudos, crescimento, melhora e empenho de cada um de nós naquilo que precisamos realizar diante do compromisso assumido com a Divindade. Que Ela nos inspire sempre para que como servos humildes possamos contribuir na construção de um mundo melhor, de pessoas melhores.


Muita paz meus irmãos !!

sexta-feira, dezembro 22, 2006

Ressonâncias do Natal


Ressonâncias do Natal

Na paisagem fria e sem melhor acolhimento, a única hospedaria à disposição era a gruta modesta onde se guardavam os animais.

Não havia outro lugar que O pudesse receber.

O mundo, repleto de problemas e de vidas inquietas, preocupava-se com os poderosos do momento e reservava distinções apenas para os que se refestelavam no luxo, bem como no prazer.

Aos simples e desataviados sempre se dedicavam a indiferença, o desrespeito, fechando-lhes as portas, dificultando-lhes os passos.

Mas hoje, tudo permanece quase que da mesma forma.

Não obstante, durante aquela noite de céu transparente e estrelado, entre os animais domésticos, em uma pequena baia, usada como berço acolhedor, nasceu Jesus, que transformou a estrebaria num cenário de luzes inapagáveis que prosseguem projetando claridade na noite demorada dos séculos, em quase dois mil anos...

Inaugurando a era da humildade e da renúncia, Jesus elegeu a simplicidade, a fim de ensinar engrandecimento íntimo como condição única para a felicidade real.

O Seu reino, que então se instalou naquela noite de harmonias cósmicas, permanece ensejando oportunidades de redenção a todos quantos se resolvam abrigar nas suas dependências.

E o Seu nascimento modesto continua produzindo ressonâncias históricas, antes jamais previstas.

Homens e mulheres, que tomaram contato com Sua notícia e mensagem, transformaram-se, mudando-se-lhes o roteiro de vida e o comportamento, convertendo-se, a partir de então, em luzeiros que apontam rumos felizes para a Humanidade.

*

Guerreiros triunfadores passaram pelo mundo desde aquela época, inumeráveis.

Governantes poderosos estabeleceram reinos e impérios, que pareciam preparados para a eternidade, e ruíram dolorosamente.

Artistas e técnicos, de rara beleza e profundo conhecimento, criaram formas e aparelhagens sofisticadas para tornarem a Terra melhor, e desapareceram.

Ditadores indomáveis e aristocratas incomuns surgiram no proscênio terrestre, envergando posição, orgulho e superioridade, que o túmulo silenciou.

...Estiveram, por algum tempo, deixando suas pegadas fortes, que tornaram alguns odiados, outros rechaçados e sob o desprezo das gerações posteriores.

Jesus, porém, foi diferente.

Incompreendido, o Cantor do Amor aceitou a cruz, para não anuir com o crime, e abraçou a morte para não se mancomunar com os mortos.

Por isso, ressurgiu, em triunfo e grandeza, permanecendo o Ser mais perfeito que jamais esteve na Terra, como modelo que Deus nos ofereceu para Guia.

*

Quando a Humanidade experimenta dores superlativas, quando a miséria sócio-econômica assassina milhões de vidas que estertoram ao abandono; quando enfermidades cruéis demonstram a fragilidade orgânica das criaturas; quando a violência enlouquece e mata; quando os tóxicos arruínam largas faixas da juventude mundial, ao lado de outros males que atestam a falência do materialismo, ressurge a figura impoluta de Jesus, convidando à reflexão, ao amor e à paz, enquanto as ressonâncias do Seu Natal falam em silêncio: Ele, que tem salvo vidas incontáveis, pede para que tentes fazer algo, amando e libertando do erro pelo menos uma pessoa.

Lembrando-te dEle, na noite de Natal, reparte bondade, insculpe-O no coração e na mente, a fim de que jamais te separes dEle.

* * *

Franco, Divaldo Pereira. Da obra: Momentos Enriquecedores.
Ditado pelo Espírito Joanna de Ângelis.
Salvador, BA: LEAL, 1994.

quinta-feira, outubro 26, 2006

Tudo é Amor


Tudo é Amor

Vida - É o Amor existencial.

Razão - É o Amor que pondera.

Estudo - É o Amor que analisa.

Ciência - É o Amor que investiga.

Filosofia - É o Amor que pensa.

Religião - É o Amor que busca Deus.

Verdade - É o Amor que se eterniza.

Ideal - É o Amor que se eleva.

Fé - É o Amor que se transcende.

Esperança - É o Amor que sonha.

Caridade - É o Amor que auxilia.

Fraternidade - É o Amor que se expande.

Sacrifício - É o Amor que se esforça.

Renúncia - É o Amor que se depura.

Simpatia - É o Amor que sorri.

Altruísmo - É o Amor que se engrandece.

Trabalho - É o Amor que constrói.

Indiferença - É o Amor que se esconde.

Desespero - É o Amor que se desgoverna.

Paixão - É o Amor que se desequilibra.

Ciúme - É o Amor que se desvaira.

Egoísmo - É o Amor que se animaliza.

Orgulho - É o Amor que enlouquece.

Sensualismo - É o Amor que se envenena.

Vaidade - É o Amor que se embriaga.

Finalmente, o ódio, que julgas ser a antítese do Amor, não é senão o
próprio Amor que adoeceu gravemente.

Chico Xavier